Últimos Posts

domingo, 7 de janeiro de 2018

Seijin no Hi (成人の日)




O Seijin No Hi é um feriado nacional que tradicionalmente era festejado no dia 15 de janeiro. A data, no entanto, passou a ser móvel e celebrada na primeira segunda-feira após o dia 15 de janeiro. Essa mudança ocorreu após a aprovação de uma lei que permite a transferência dos feriados no Japão.

Aos 20 anos, os jovens passam a ter todos os direitos e deveres de um adulto. Eles podem votar, fumar e ingerir bebidas alcoólicas em público, além de poder contrair matrimônio sem o consentimento dos pais. O estabelecimento da maioridade legal, pelo Código Civil Japonês, ocorreu em 1876, após a Restauração Meiji.
As cerimônias Seijinshikis são realizadas pelos departamentos de ensino das prefeituras. Tradicionalmente, elas emitem convites de participação no mês de outubro a todos os nascidos na cidade, incluindo os estrangeiros residentes, que completem 20 anos no período entre dois de abril do ano anterior a dia primeiro de abril do ano corrente.
As mulheres vestem-se com o furisode, um tipo de quimono com mangas compridas. O furisode é um traje usado somente por mulheres solteiras adultas e representa a mesma coisa que os vestidos de debutante usados no ocidente.
Os homens às vezes usam um quimono masculino conhecido como hakama. Porém é mais frequente vestirem-se com ternos ocidentais.
Um furisode pode chegar a custar milhões de ienes e por isso muitos optam por alugá-los. Para ter uma ideia, somente um “obi” (faixa da cintura) pode custar um milhão de ienes (cerca de R$ 28 mil pelo câmbio atual), dependendo da qualidade do material.

Responsabilidade
Durante a cerimônia, autoridades locais falam aos jovens sobre as responsabilidades e o peso de sua nova condição de adultos. Alguns prêmios são sempre oferecidos nessa ocasião como, por exemplo, distribuição de “passes” para duas pessoas esquiarem por um dia em um resort de ski e uniformes esportivos, além de sorteios de tablets, smartphones, games, aparelhos eletrônicos e jantares em restaurantes.








sábado, 6 de janeiro de 2018

7 de janeiro – Dia do NANAKUSAGAYU( Canja das 7 ervas” )


Nanakusagayu tem suas origens na China, e no Japao come-se para desejar boa saude no ano inteiro. 




Também tem o sentido de tomar cuidado com o estomago e o intestino que ficaram sobrecarregados, já que nas festas de Ano Novo temos o costume de comer mais do que de costume, e de repor os nutrientes no inverno, época em que ha uma tendencia de consumir pouca verdura.


1 - Seri ( セリ -salsa japonesa) - É rico em ferro.
2 - Nazuna ( なずな -bolsa-de-pastor )- Ajuda a temperaturas baixas e tem efeito diurético.
3 - Gogyou ou Hahakogusa( ごぎょう -母子草 - coronário ) - Isso ajuda a parar de tosse e fleuma e tem um efeito diurético.
4 - Hakobera ( はこべら - morriao-dos-passarinhos ) - É rico em proteínas e minerais.
5 - Hotokenoza ou Koonitabirako ( ほとけのざ - lâmio ) - Ajuda a melhorar a saúde.
6 - Suzuna ou Kabu ( すずな ou 蕪 - folhas de rabanete) - Melhora a má digestão.
7 - Suzushiro ou Daikon ( すずしろ ou 大根 - Nabo ) - Também ajuda a melhorar a má digestão.

Ultimamente, nos supermercados japoneses encontramos o“Kit de Nanakusagayu”contendo 7 tipos de verduras, mas nem sempre são as 7 verduras de primavera do Nanakusagayu.

Você pode fazer com o que tiver na geladeira como cebolinha, espinagre, mitsuba ( salsa-da-rocha). Poderá adaptar com  qualquer tipo de verdura fresca.





Que tal experimentar esquentar o corpo e a alma com o Nanakusagayu , que faz bem ao estomago?

Modo de preparar o Nanakusagayu 

【材料-Ingredientes
・米…1カップ           ・arroz …………… 1 xícara de cha
・水…1400ml       ・água…………….. 1400ml
・七草…70g           ・7 verduras……. 70 g
・塩…小さじ1/3     ・sal………………… 1/3 de colher de 
chá

Modo de preparar】 

1.Lave bem o arroz , despeje na peneira e deixe escorrer bem. 

2.Transfira o arroz para um panela, acrescente a água e deixe em fogo alto. 


3.Depois que ferver, abra um pouco a tampa, e deixe cozinhar por 40 minutos em fogo baixo. 

4.Coloque um pouco de sal em agua fervente e cozinhe as 7 verduras. 

5.Despeje as 7 verduras numa peneira, tire o excesso de agua e pique bem miudinho. 

6.Misture o“3”e  o“5”e tempere com sal .




domingo, 31 de dezembro de 2017

Joya no kane 除夜の鐘





Joya no kane 除夜の鐘

Na véspera do Ano Novo, você poderá ouvir o soar dos sinos dos templos, comemorando a entrada do Ano Novo. De acordo com os ensinamentos budistas, são 108 vezes, diz-se que os homens possuem 108 pecados ou desejos mundanos (indecisão, sofrimento e ou preocupação). A cada balada, será retirado um pecado ou um desejo mundano  (estado mental patológico, que nos levam à gerar ações negativas e que resultam no sofrimento) e receber a entrada do Ano Novo!  (a ultima badalada toca à zero hora do Ano Novo)
O ritual atrai  não somente os budistas pois simboliza purificação e o ato de saudar o novo ano.





Osechi 御節

 




Osechi  御節 é sem dúvida a refeição mais importante do ano e como tudo no Japão, essa refeição é carregada de simbolismo. Até a forma de degustá-lo é feito de maneira especial, já que são usados hashi com extremidades arredondadas. E cada alimento traz um significado diferente.
Que tal conhecermos o significado dos principais alimentos presentes no Osechi Ryori, a primeira refeição do ano de um japonês?

1. Kuromame (soja preto)
Simboliza boa saúde.
2. Kazunoko (ovas de arenque)
Simboliza fertilidade e prosperidade.
3. Tazukuri (anchovas secas)
Simboliza fartura.
4. Goubo (raiz de bardana)
Simboliza saúde e prosperidade.
5. Datemaki (omelete doc com pastae de peixe ou camarão)
Simboliza sabedoria e sucesso acadêmico.
6. Kouhaku kamaboko (bolo de peixe japonês)
Simboliza sorte e pureza.

7. Kuri Kinton (purê de batata doce e castanhas)
Simboliza fortuna e prosperidade.
8. Yakizakana (peixe grelhado)
Simboliza sucesso e riqueza.
9. Ebi (Camarão)
Simboliza longevidade e renovação da vida.
10. Subasu (raiz de lótus)
Simboliza as expectativas sobre o futuro.
11. Kouhaku namasu (conserva de daikon e cenoura)
Simboliza um bom presságio.
12. Nishiki tamago (Ovo cozido a vapor)
Simboliza riqueza.
13. Surume (lula seca)
Simboliza festa, celebração.
14. Konbu Maki (arenque seca envolto em alga)
Simboliza felicidade e sabedoria.
15. Satoimo (inhame)
Simboliza uma oração para as crianças.
16. Kuwai (raiz da planta Sagittaria)
Simboliza uma carreira de sucesso.
17. Otafuku mame (feijão largo)
Simboliza fortuna.
18. Hoshigaki (Caqui seco)
Simboliza vida longa
19. Takenoko (broto de bambu)
Simboliza fertilidade e prosperidade.
20. Daidai (laranja japonesa amarga)
Simboliza fertilidade.




Enfeites de ano novo japonês Oshougatsu

Enfeites de ano novo japonês 



Kadomatsu

 Feito com ramos de pinheiro (símbolo de longevidade), haste de bambu (símbolo de persistência) e galhos de ameixeira (símbolo de prosperidade).

Esta decoração significa que a casa foi purificada, a fim de acolher os deuses, os espíritos dos ancestrais ou o Kami da colheita. A tradição deriva da crença xintoísta de que espíritos residam em árvores (kodamas). Além disso, a exibição de pinho que permanece verde mesmo no inverno, simboliza vida longa, e o bambu, que cresce reto e rapidamente, expressa o desejo de obter a virtude e força para superar as adversidades trazendo boas sorte para o ano que inicia.
São colocados por volta do dia 28 de dezembro e são retirados no dia 7 de Janeiro, onde são levados a um santuário xintoísta para serem queimados em uma cerimônia para libertar o toshigami.



Shimenawa

Shimekazari é uma tradicional decoração de Ano Novo feita de corda de palha de arroz trançada (shimenawa) e decorada com diversos itens simbólicos que remontam ao desejo de trazer boa sorte e prosperidade. Pode ser ornamentada com galhos de pinheiro (símbolo de força e longevidade, pois permanece sempre verde independente da estação), tiras de papel “shide” (para afastar o mal), cuidadosamente trabalhadas em forma de ziguezague, daidai (fruta amarga japonesa semelhante à laranja, representa a continuidade das gerações), lagosta (símbolo de saúde), folhas de samambaia (representa esperança, prosperidade e felicidade para a família), tsusru (longevidade, sorte e fortuna), ramos de ameixa (simbolizam determinação). Assim como frases auspiciosas exibidas em placas de madeira (emmas) como orações pela felicidade e sorte ao novo ciclo que se inicia.



Kagami Mochi

É composto por dois bolos de arroz ( mochi ) de diferentes tamanhos, o menor colocado sobre o maior, e um Daidai (um tipo laranja amarga japonesa) colocado na parte superior.
Uma explicação do nome é que a forma dos dois mochi é similar à forma dos espelhos (kagami), antigos, redondos e de cobre, utilizados durante o Período Muromachi. Além disso, o espelho, juntamente com a espada e a joia é um dos três objetos sagrados na religião xintoísta.
Kagami Mochi é mantida até o início de janeiro, quando, no dia 11, (ou no segundo sábado ou domingo de janeiro) é feito um ritual chamado Kagami Biraki (a abertura do espelho), o primeiro ritual importante depois do Ano Novo.
Durante o ritual, o kagami mochi é quebrado, com a mão ou com um martelo. Jamais deve-se usar uma faca pois isso significaria cortar os laços familiares. Os pedaços do mochi é cozido, levando o nome de shiruko e durante a cerimônia ingere-se o kagamimoshi ou abre-se um barril de saquê (Zouni).